quarta-feira, 7 de agosto de 2013

Por que "Bang Bang" não deu certo?

Por Jonathan Pereira

Bang Bang chegou ao horário das 19h em 2005 com a proposta de inovar. Passada no Velho Oeste no século 19, a trama, no entanto, derrubou a audiência e entrou para a história como um dos maiores fiascos da Globo. Por que isso aconteceu?

Foram vários fatores. Mário Prata estava há muitos anos fora das novelas - seus trabalhos mais recentes eram ter assumido O Campeão na Band no lugar de Ricardo Linhares em 1996 e ter co-escrito Helena na Manchete, em 1987. Nesse período muita coisa mudou na linguagem dos folhetins, que se tornaram mais ágeis. Sua escrita não acompanhou isso e o que se via na tela não conquistou o telespectador, tamanha a morosidade. Meio capítulo parecia 5! Tudo muito arrastado.

A ideia de colocar elementos modernos sendo usados naquele ambiente de época, como celulares e outros meios de comunicação que surgiriam muito depois, também não foi assimilada. Soava bobo, provocando riso de segundos. Os nomes dos personagens, americanizados, eram de difícil memorização para o público de novelas, e as homenagens aos Beatles através de alguns nomes não eram associadas.

Fernanda Lima foi muito criticada como a protagonista Diana, mas a culpa do fracasso está longe de ser dela. Para sua primeira novela, a apresentadora/atriz deu conta do recado, só tendo dificuldade nas cenas de choro. Mais tarde ela mostraria seu talento como protagonista Maria de Pé na Jaca.



O autor pediu afastamento e Bang Bang ficou perdida. Carlos Lombardi foi chamado para supervisionar o texto e tentar salva-la, mas era tarde demais. A trama ganhou um pouco de ritmo e situações inusitadas, mas não haveria quem fizesse os que não gostaram superar o trauma e voltar a assisti-la. O público já tinha migrado para Prova de Amor, que passava no mesmo horário na Record e garantia altos índices para a emissora.


Com a audiência em baixa, o jeito foi diminuir a duração dos capítulos, que passaram a começar às 19h40. A novela tinha apenas duas coisas boas: cenografia e figurino. A vinda de Lombardi fez com que perdesse uma delas, o figurino: personagens passaram a aparecer sem camisa jogando futebol ou com bem menos roupa. Se "Alma Gêmea", às 18h, chegava a ultrapassar 40 pontos, esse índice despencava na faixa seguinte, cuja média geral foi de 27,6. Hoje o número parece normal, mas há 8 anos era um fiasco! Cobras e Lagartos, que a sucedeu, fechou com 38.

Evandro Mesquita vestido de mulher
Evandro Mesquita e Kadu Moliterno se vestiam de mulher, mas não tinham graça. Paulo Miklos e Luiz Melodia chegaram a atuar, mas seus personagens foram sumindo no decorrer da trama. Rodrigo Lombardi, como o mágico Zoltar e Ricardo Tozzi, na pele do DR. Harold, estreavam em novelas da Globo. Já a trilha sonora mesclava nacional e internacional em um mesmo CD.

A ideia foi apresentada à Manchete em 1986, mas não vingou. Com a estrutura Global, tinha tudo para ser um sucesso, se tivesse trilhado outros caminhos - talvez uma minissérie de três meses fosse perfeita para mostrar o Velho Oeste com agilidade. No formato novela, não funcionou, uma pena. Ainda bem que mesmo assim o horário continuou permitindo que outros autores experimentassem, o que na maioria das vezes também não deu certo.

25 comentários:

  1. Bom texto, mas só uma correção: MÁRIO PRATA NÃO ESTAVA FORA DA TV DESDE "HELENA". Ele fez na BANDEIRANTES, A NOVELA "O CAMPEÃO", baseada em argumento de Aguinaldo Silva.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. tbm fez metamorfoses na record 1 ano antes em 2004,que tbm foi um grande fracasso.

      Excluir
  2. Novela que marcou a estréia de Fernanda Lima nas novelas.

    José Murilo

    ResponderExcluir
  3. A trilha da novela era boa... tando que tenho todas as musicas.

    Moacyr Rossetti

    ResponderExcluir
  4. Texto muito injusto com o Prata, com o Lombardi e com a verdade dos fatos. Lamentável.

    ResponderExcluir
  5. o que estragou a novela foi o afastamento do próprio Mário Prata e a chegada do Carlos Lombardi, a proposta inicial era boa demais.

    João Batista

    ResponderExcluir
  6. Acredito que houve uma grande intenção de acertar... não aconteceu... ninguém é culpado de nada! São todos ótimos profissionais... mas o público não se interessou... Só isso!
    Mauro Gianfrancesco

    ResponderExcluir
  7. Gostei muito no início, achava inusitado, ousado. Tinha tudo para ser um sucesso, mas inexplicavelmente foi um grande fracasso e com a mudança de autores, houve uma modificação no rumo tão nítida aos telespectadores que acabei por abandonar a novela.

    ResponderExcluir
  8. Eu gostei dessa novela, mesmo depois da entrada do Carlos Lombardi. Só achei que a personagem da Joana Fomm perdeu muito destaque ao longo da trama.

    Mauricio de Castro

    ResponderExcluir
  9. Faço minhas as palavras do Mauricio de Castro. Fiquei decepcionado com os rumos que a novela tomou e acabei parando de ver. Achava muito inusitada no começo, mas o público rejeitou a proposta do autor...

    Robson Souza

    ResponderExcluir
  10. Eu gostava da novela no inicio,depois que o Lombardi fez as mudanças não curti mais,acho que descaracterizou a obra.

    Vivi Spacey

    ResponderExcluir
  11. Meio capítulo parecia 5! Tudo muito arrastado.

    Não seria "5 capítulos pareciam meio capítulo"? Se a intenção foi chamar a novela de arrastada, tá meio contraditório...
    Enfim, eu gostei dessa novela, em ambas as fases. Saudades!

    ResponderExcluir
  12. Flávio, para mim meia hora dessa novela era como se eu passasse a semana inteira sendo obrigado a ver algo em que nada acontecesse, tipo grama crescendo... 30 minutos tão morosos que parecia estar sentado há 5 horas vendo uma coisa chata...

    ResponderExcluir
  13. Gostava bastante no início, mas quando o negócio começou a desandar, personagens sumindo, atores pedindo pra sair, eu acabei desistindo da trama. Assim como Tempos Modernos e Viver a Vida, tinha uma proposta inicial muito boa, mas que não saiu de lá... deixaram muito a desejar... a começar, no caso de Bang Bang, pela escolha da Fernanda Lima como protagonista... péssima!

    Bruno Ferreira

    ResponderExcluir
  14. Eu gostava, no início e depois quando mudou pro Lombardi também. Gosto muito da Fernanda Lima atuando!

    Ana Paula Araújo

    ResponderExcluir
  15. Eu gostei de Fernanda Lima em Pé na Jaca e SÓ. Bang Bang tinha péssimos protagonistas, tirando o Bruno Garcia - Guilherme Berenguer e Aline Moraes - arghhhh e uma história fraca. Vi muito pouco e, do que vi, detestei.

    Lorena Rodrigues

    ResponderExcluir
  16. PÉ NA JACA, UM LIXO DE NOVELA!

    ResponderExcluir
  17. BANG-BANG, UM LIXO DE NOVELA!

    ResponderExcluir
  18. E O TEXTO É JUSTO, MUITO JUSTO, JUSTÍSSIMO!!! HAHAHAHAHAHA...

    ResponderExcluir
  19. Adorei Pé na Jaca e Fernanda Lima nela, já em Bang Bang o problema não era a atriz em si e sim a personagem que era chata demais.

    ResponderExcluir
  20. Eu amei a novela bang bang muito boa mesmo

    ResponderExcluir
  21. Prá mim foi uma das melhores...
    A TV brasileira só passa novelas melosas romântica, tal...
    Falta uma coisa de mais ação fantasia ficção.
    Não deu certo porque o pessoal não está acostumado c tiros ,velho oeste...

    ResponderExcluir
  22. Prá mim foi uma das melhores...
    A TV brasileira só passa novelas melosas romântica, tal...
    Falta uma coisa de mais ação fantasia ficção.
    Não deu certo porque o pessoal não está acostumado c tiros ,velho oeste...

    ResponderExcluir
  23. A novela bang bang foi a melhor de todas,prinsipalmente por causa do jeito de fernanda lima,era muinta acao devia dar novamente, a novela bang bang.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...